Sobre

Que Fazer? Diferentes cores e pontos de vista sendo levantados, acimentados. Concepções sendo avidamente levantadas e aí você se pergunta, quem colocou aquele muro ali?. Aqueles tijolos estavam lá desde que você nasceu, mas você não sabe porque eles existem. Qual é a fundação da construção desse muro?. De repente você vê algumas fissuras no muro e você comunica aos outros o que você vê nele. Ninguém quer ouvir.

Este blog tem como o objetivo discutir as questões da contemporaneidade: Como superar o niilismo, o vazio que assalta a cultura contemporânea, o tédio e a solidão… Portanto, a nossa dúvida sistemática é se tais fenômenos são sintomas de uma doença remediável ou fios desencapados da realidade.

Se a doença for remediável, deve-se construir um muro, tijolo por tijolo, cuidadosamente juntá-los sobre um cimento seguro. Um muro belo, que seja o símbolo de uma produção autônoma. Porém se os fios forem realmente desencapados, que “SEUD” nos ajude!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s